7 lições de Yoga – para iniciantes – que eu aprendi durante 10 anos de prática (A 5 MUDOU A MINHA VIDA).

Você já experimentou e não restam mais dúvidas, praticar Yoga é maravilhoso. Após um tempo de prática de yoga para iniciantes, os benefícios já começaram a se manifestar no seu corpo e na sua mente.

Ao observar seu corpo, você percebe que ele está mais definido, forte, flexível e saudável.

Fazendo uma análise profunda, você observa que não possui mais tanta ansiedade. Sente mais segurança para lidar com questões que antes despertavam instabilidade emocional. Aliás, você percebeu que as coisas não te irritam mais como antigamente. Um acontecimento que antes te faria arrancar os cabelos, hoje em dia pode ser motivo de uma boa gargalhada.

Você aprendeu a levar a vida com mais leveza e alegria. Encontrou paz, saúde, equilíbrio e energia. Ganhou força, concentração e qualidade de vida.

Mas nada é tão perfeito que não possa melhorar. Certo?

Então, para melhorar a sua prática e desfrutar ainda mais dos seus benefícios aprenda essas 7 lições que eu também aprendi durante esses anos de prática:

1 Feche os olhos.

Os estímulos externos atrapalham a prática. O Yoga deve ser vivido internamente. Uma boa forma de de se desligar do que acontece ao seu redor, para direcionar ao que acontece dentro de você, é fechando os olhos. Assim, você se esquece do praticante que está ao seu lado, do barulho da porta que se abre, do seu próprio reflexo no espelho, entre outras tantas coisas que roubam a sua atenção todo o tempo.

Dessa forma, você pode entrará em um processo de meditação ativa e sua prática terá muito mais benefícios.

2 Se entregue a sua respiração.

Ao executar Pranayamas (exercícios de respiração), entregue-se. Não deixe sua mente te levar por pensamentos que irão te distrair.

Aproveite esses exercícios para trabalhar a entrega e sinta como isso pode ser prazeroso. Quando estiver executando ásanas (posturas de Yoga), também se entregue a sua respiração.

Dessa forma, os efeitos da postura são somados aos efeitos da arte de respirar bem.

Para aprender mais sobre respiração veja esse artigo.

3 Respeite seu corpo.

É muito importante que os seus limites sejam respeitados e superados de acordo com aquilo que lhe é confortável.

Se você executa alguma técnica que resulta em extremo desconforto ou dor, reveja se ela é realmente importante para você ou se está sendo realizada de forma correta.

Na dúvida, converse com seu professor. Ele saberá substituir a técnica desconfortável por outra de efeitos semelhantes sem comprometimento para os seus sistemas.

A superação deve acontecer de forma gradual, sem traumas ou lesões, a partir de um ponto de conforto. Ao se iniciar uma postura, primeiramente o praticante deve encontrar esse ponto. A partir dele, se vai avançando a cada dia. Sem ansiedade.

Para saber mais sobre como praticar Yoga com segurança, clique aqui.

4 Silencie.

Evite falar durante as aulas em grupo.

O silêncio abre portas para novas descobertas internas.

Deixe a mente serena, silenciando os pensamentos. Não existe necessidade de ficar forçando a parada completa dos pensamentos. Esse silêncio interno vai acontecer aos poucos, conforme você permitir que os pensamentos passem, sem dar-lhes importância.

5 Mantenha a atitude interna de um Yogi.

Pratique com alegria.

Não seja uma máquina de reclamações.

Durante a prática seja gentil consigo.

Não faça caretas. Pelo contrário! Sorria!

Muitas pessoas reclamam do frio, do calor, da roupa, da música, do barulho, do silêncio, da técnica difícil, da fácil, buscando sempre alguma coisa da qual ela possa discordar e reclamar.

No lugar de desfrutar da prática, cria um ambiente mental de reclamações e vibrações baixas.

Para eliminar esse mau hábito, cultive a alegria e pensamentos positivos.

No começo pode ser difícil, mas depois você vai observar o quanto conseguiu enriquecer sua prática.

6 Abra sua mente para o novo.

Estude o Yoga. Leia livros, blogs, revistas e jornais sobre o tema. Quando viajar faça uma aula diferente, experimente novos métodos.

Isso será importante para agregar novos conhecimentos.

7 Medite mais.

A meditação é a parte mais importante de qualquer Yoga.

Atualmente existem muitos benefícios comprovados cientificamente sobre essa prática.

Não há contra-indicações e todos podem fazer pelo tempo que considerarem satisfatório.

Se hoje você pratica 20 minutos diariamente, que tal aumentar mais cinco minutinhos? Desfrute desse momento tão importante para sua saúde e qualidade de vida.

Uma forma interessante de aumentar o tempo de meditação é dividindo-a em partes. Por exemplo, se você medita 20 minutos de uma só vez, experimente meditar 15 minutos ao acordar e 15 minutos antes de dormir.

Uma dica incrível sobre meditação está aqui, onde você vai aprender muitas coisas sobre como meditar.

Gostou dessas lições super importantes que eu aprendi durante meus 10 anos de práticas de Yoga?

Então coloque-as em prática! Espero que elas contribuam de alguma forma para o seu desenvolvimento.

Espero seu comentário para saber qual lição você aprendeu durante as suas práticas de Yoga.

Namaste.

5 comentários sobre “7 lições de Yoga – para iniciantes – que eu aprendi durante 10 anos de prática (A 5 MUDOU A MINHA VIDA).

  1. Comecei a praticar ano passado, com isso estou mais disciplinada ,só ainda não tive tempo de fazer yoga sozinha,a meditação já consigo fazer.Sinto uma mudança em meu comportamento,e creio qto mais praticar os benefícios serão conseguidos.
    Gratidão pelas dicas.

  2. Olá Vanira! Tudo bem? Que bom que você está firme nas práticas. Com certeza quanto mais você praticar, melhor vai se sentir e usufruir dos benefícios e se conhecer melhor. Se você quer praticar Yoga sozinha e não encontra tempo experimente começar aos poucos como uma complementação das suas práticas em grupo. A prática sozinha é muito boa para que se desenvolva a criatividade, autoconhecimento e disciplina. Mas, deve-se observar bem as normas de segurança para que não se machuque e aproveite ao máximo. Complemente suas práticas em grupo com 30 minutinhos no final de semana, por exemplo. Depois você vai ver que você mesma vai encontrando seu tempo ao longo da semana. Qualquer dúvida estou a disposição para ajudar. Um forte abraço! Namaste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *