11 dicas que você precisa saber antes de começar a fazer Yoga em casa

Eu comecei a fazer Yoga em casa depois que iniciei meus estudos para ser professora de Yoga. No começo, eu achava que ir às aulas de Yoga era suficiente para o meu desenvolvimento pessoal. Porém, depois de um tempo, eu entendi que a prática pessoal (aquela que se faz sozinho) é muito importante. Não apenas para um professor de Yoga, mas para qualquer praticante.

Por isso, eu escrevi esse artigo com dicas importantes para que você possa fazer uma prática com segurança, aproveitando ao máximo esse momento tão importante.

Leia esse artigo até o final e veja um vídeo com uma prática para te inspirar!

E leia também: Como fazer Yoga com regularidade: 5 dicas simples para suas desculpas não te afastarem da sua prática.

Mas por que fazer Yoga em casa é tão importante?

Existem alguns motivos para que você faça Yoga em casa, ou em qualquer outro lugar de sua preferência, sozinho. Um dos motivos é autoconhecimento e autossuperação.

Quando existe um professor conduzindo a prática tudo fica mais fácil.

É no momento em que você está sozinho com o seu Yoga Mat (famoso tapetinho de Yoga), que se pode observar melhor suas necessidades, suas dificuldades, tudo aquilo que precisa ser superado.

Há ainda técnicas que precisam ser aprimoradas e que não podem ser aperfeiçoadas durante a aula de Yoga por falta de tempo, ou por a aula ser feita em grupo. Então, sempre vai ter aquele “deverzinho de casa” que você leva para a sua prática pessoal.

Outro motivo para você fazer Yoga em casa é a regularidade. A maioria das pessoas faz Yoga em escolas ou academias duas a três vezes por semana. A prática pessoal complementa e melhora os resultados das suas aulas em grupo.

E sem dúvidas, não posso deixar de falar da praticidade de fazer Yoga em casa. Você não precisa pegar trânsito, nem percorrer nenhuma distancia. E ainda escolhe o horário que quiser.

Veja agora 11 dicas que você precisa saber antes de começar a fazer Yoga em casa.

1- Escolha uma sequência de posturas que você goste e se sinta bem

 

Para estimular sua prática pessoal, escolha posturas que você goste e se sinta bem.

Sempre tem aquelas posturas que fazemos e que nos levam à uma gostosa sensação de bem-estar e felicidade. Geralmente essas posturas atuam além do corpo físico, porque você já as domina nesse plano. Portanto, a atuação dessas posturas é mais profunda.

Além disso, você pode trabalhar melhor a respiração enquanto permanece na postura, o que é difícil em posturas mais avançadas.

Por isso, quando for fazer Yoga em casa, escolha boa parte das posturas que sejam confortáveis para você.

 

2- Adicione uma postura que você precisa aprimorar e que torne sua prática desafiadora

Ao final da sua prática de ásanas, adicione uma postura que você precisa melhorar. Pode ser uma que melhore a sua flexibilidade ou que te dê mais força, por exemplo.

Ou pode ser aquela que você tem dificuldade em realizar nas suas aulas em grupo.

Faça essa postura durante toda a semana, para ter melhores resultados. Depois de uns dias volte a ela e veja o que mudou.

Você pode ainda escolher a postura do mês e trabalhar essa postura por mais tempo. Assim, você vai desenvolvê-la melhor

3- Preste atenção às aulas de Yoga em grupo ou on-line

Preste bastante atenção às suas aulas em grupo ou on-line. Fique atento ao que o professor diz. Observe as suas correções. Guarde na memória os exercícios que ele passa nas práticas para que sirva de inspiração na hora de fazer Yoga em casa.

Vale a pena ter um caderninho para anotar o que mais gostou ao final de cada aula.

Com o tempo, você vai aprender a praticar sozinho de maneira intuitiva. As posturas, os pranayamas, as meditações, vão surgir de acordo com as suas necessidades.

Mas no começo, lance mão da sua criatividade para montar suas práticas, seja anotando, guardando na memória, pesquisando em livros ou na internet.

4- Pratique com segurança

Para praticar Yoga em casa é importante que você entenda de balanceamento de ásanas (posturas do Yoga). Esse balanceamento é um conjunto de regras que explica como montar uma sequência de posturas equilibradas, de acordo com a movimentação da coluna vertebral e de acordo com o fluxo sanguíneo.

Caso você não tenha conhecimento sobre esse assunto, inspire-se com sequências montadas por professores nas redes sociais. Aqui mesmo, no blog, e no nosso canal do YouTube (veja vídeo no final desse artigo), você encontra sequências balanceadas para que você possa praticar sem riscos para sua saúde.

Além disso, é preciso:

  • Conhecer o alinhamento correto das posturas;
  • Respeitar os limites do corpo;
  • Conhecer as regras de respiração nas posturas;
  • Estar apto para praticar Yoga;
  • Conhecer e respeitar possíveis enfermidades como problemas articulares, de pressão arterial, entre outras;

Leia também: 6 dicas valiosas de como praticar Yoga em casa sem se machucar.

5- Não deixe a meditação de lado

A meditação é a parte mais importante da sua prática. Não a deixe de lado na hora de fazer Yoga em casa. Muitas pessoas se sentem tentadas a deixar a meditação para depois, mas saiba que é nesse momento que você está acalmando as suas ondas mentais mais efetivamente.

Outra razão para meditar sempre ao final da sua prática é que você vai aumentar a sua conexão com o seu Eu Interior. Além de muitos outros benefícios que a meditação proporciona para a sua saúde física, mental e emocional.

Uma boa opção para começar a meditar é fazer meditações guiadas.

Leia mais: MEDITAÇÃO GUIADA – Descubra se essa técnica é para você.

6- Organize um espaço

 

Tenha seu cantinho para fazer Yoga em casa. Caso você escolha fazer Yoga ao ar livre, não se preocupe com esse item. O que eu gosto de fazer é variar. Geralmente, durante a semana pratico em casa, e aos finais de semana procuro um parque ou praia (quando possível).

O ideal é que se tenha um espaço apropriado para a prática na sua casa como um quarto, sótão ou área externa. Claro que se não tiver, não há problema nenhum em praticar na sala mesmo.

Coloque uma música de fundo, para amenizar ruídos externos e deixe uma janela aberta para circular o ar, o prana, a energia vital.

você pode decorar o ambiente, mas sem exageros.

Incensos e aromas são bem-vindos.

Não se esqueça do seu Yoga Mat (tapetinho de Yoga).

7- Reserve seu horário para praticar

 

Procure fazer Yoga em casa sempre no mesmo horário. Isso faz com que seu corpo se acostume mais facilmente com a prática em casa sem professor.

Assim, o seu corpo vai pedir para praticar quando estiver perto do horário e você não vai precisar se esforçar para manter a regularidade das práticas.

8- Varie os pranayamas (exercícios respiratórios do Yoga)

Existem muitos exercícios respiratórios para você fazer na sua prática pessoal. Procure variar. Dessa forma, você varia também os benefícios desses exercícios.

Há pranayamas estimulantes e outros que são relaxantes. Então saiba a hora certa de colocar cada um deles na sua prática. Sinta os efeitos do pranayama. Você mesmo vai saber dizer o que ele faz no seu corpo ao se concentrar e realizá-lo por alguns minutos.

9- Escolha os equipamentos necessários

O principal equipamento que você vai precisar é um Yoga Mat. O tapetinho de Yoga ajuda a posicionar melhor o corpo em contato com o solo e aliviar a pressão que esse faz contra as articulações.

Outros equipamentos que podem ser utilizados, mas que não são obrigatórios são:

  • A faixa (para melhorar o alongamento);
  • O bloco (auxilia a realizar posturas que o praticante tenha dificuldade);
  • O bolster (almofada grande);
  • Cobertores;
  • Cadeira;

Esses acessórios surgiram com o método Iyengar, mas atualmente podem ser usados em outros tipo de Yoga.

10- Filme sua prática e observe-se

Essa é uma excelente dica para você observar o seu alinhamento durante a prática e identificar possíveis erros.

No começo você não vai gostar muito de se ver. Depois as filmagens vão servir como incentivo, já que você vai poder acompanhar o seu próprio desenvolvimento.

11- Cuide da alimentação antes de praticar

Coma de preferência 1 hora antes da prática, no máximo meia hora antes. Escolha sempre refeições leves. Lembre-se sempre que existem muitas posturas que trabalham órgãos internos e outras que trazem a cabeça para baixo. Isso pode fazer com que você se senta mal durante a prática.

Tenho certeza que com essas dicas você vai fazer Yoga em casa sem preocupações.

Veja agora um vídeo com uma sequência de posturas para te inspirar!

E você? Pratica Yoga em casa? Conta para mim nos comentários!

Se você gostou desse artigo compartilhe nas suas redes sociais!

Um forte abraço.

Namaste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *